terça-feira, 3 de julho de 2012

ANODIZAÇÃO

A anodização é um processo que produz nas ligas de alumínio uma película decorativa e protetora de alta qualidade, durabilidade e resistência à corrosão, cobrindo uma ampla gama de aplicações, algumas específicas, como anodização para fins arquitetônicos.

Conheça melhor as etapas deste processo, bem como as normas que controlam a Qualidade da Anodização:

.: Pré-tratamento - Mecânico / Químico
.: Camada Anódica
.: Coloração
.: Selagem
.: Qualidade da Anodização
Highslide JS
Highslide JSHighslide JSHighslide JS

Coloração

A porosidade da camada anódica, similar à estrutura do tecido de algodão, permite sua coloração por meio de dois processos:
- Coloração por imersão em anilinas orgânicas ou inorgânicas
- Coloração Eletrolítica, por eletrólise de sais de metais.
ImersãoEletrolítica
A coloração por imersão, com uso de anilinas é a mais empregada e recomendada para o acabamento do alumínio para uso interno decorativo, como é o caso de bens de consumo, frisos para eletrodomésticos em geral, molduras de quadros etc. Isto porque os corantes orgânicos em ambiente externo não suportam os raios ultravioleta (UV) do sol, havendo uma perda de cor muito acentuada.
A coloração eletrolítica, muito usada atualmente, consiste na obtenção de uma camada de óxido pelos métodos convencionais, com ácido sulfúrico e subsequente tratamento eletrolítico em uma solução levemente ácida de um sal de metal, com uso de corrente alternada.
Para a eletrocoloração do alumínio, utiliza-se sal de estanho como eletrólito, devido a sua alta resistência aos raios UV, que proporciona mais de 30 anos de durabilidade.


A = Bronze 1001/ B = Bronze 1002/ C = Bronze 1003/ D= Bronze 1004/ E = Bronze 1005/ F = Preto

Selagem

A selagem é a etapa mais importante e obrigatória do processo de anodização e coloração do alumínio, essencial para dar qualidade à camada anódica.

A selagem é responsável pela resistência à corrosão atmosférica, impedindo sua penetração pelos poros; bem como pela dureza e resistência à abrasão.

Atualmente, o processo de selagem é efetuado em duas etapas:
1º) O alumínio anodizado é imerso em uma solução, em temperatura ambiente, composta por Sais de Níquel e Sais de Flúor, que reagem formando um complexo gelatinoso nos poros da camada anódica de Alumínio-Flúor-Níquel.
2º) Após a lavagem em água corrente, a reação é acelerada pela passagem do alumínio anodizado em água desmineralizada a 60-70º Celsius.

Controle de Qualidade da Anodização

O controle de qualidade da anodização deve ser efetuado conforme as Normas Técnicas da ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas relacionadas a seguir:
NormaDescrição
NBR 12609
Tratamento de Superfície do Alumínio - Anodização para fins arquitetônicos.
NBR 12610
Determinação da espessura da camada anódica.
NBR 12612
Determinação da resistência da camada anódica ao intemperismo acelerado.
NBR 8094
Corrosão por névoa salina.
NBR 9243
Determinação da qualidade de selagem da anodização pelo método de perda de massa.
NBR 12613
Determinação da qualidade de selagem da anodização pelo método de absorção de corantes.
Classe de espessuras de camadas anódicas para aplicações exteriores/interiores
Classe*Espessura da camada anódica (micrômetro)Nível de AgressividadeAmbiente típico
A1311 a 15Baixa/MédiaUrbano/Rural
A1816 a 20AltaLitorâneo
A2321 a 25ExcessivaIndustrial/Marítimo
Notas: * Os números 13, 18 e 23 que sucedem a letra A identificam o valor médio da camada em micrômetros.
Para uma durabilidade de 30 anos em ambiente externo, recomenda-se uma limpeza anual da camada anódica com detergentes neutros.
Cuidados após o processo de Anodização
O alumínio é tido como um material nobre para uso em construção civil pelas suas características de leveza, beleza e facilidade de manutenção. Todavia, para que uma esquadria tenha apresentação e longevidade desejadas, torna-se necessária a conservação adequada através de limpeza com detergente neutro e material não abrasivo, com peridiocidade de um a seis meses, de acordo com o grau de sujidade do ambiente.

de: http://www.perfilcm.com.br/2012/anodizacao.php?id=1